01
Mar 17

«Pendura», uma acepção

Olhem que não

 

      «O seu enfant terrible, o cavaleiro do LSD, vendedor de ilusões psicadélicas em pastilhas prontas a derreter debaixo da língua, encontrava-se displicentemente sentado no seu monstro de duas rodas, uma bota apoiada no chão e a outra atravessada por cima do banco, recostado no ferro que servia de encosto no lugar do pendura» (O Último Ano em Luanda, Tiago Rebelo. Alfragide: Asa, 9.ª ed., 2013, p. 36).

   Pendura numa moto, pois claro, mas o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora só regista «num automóvel, pessoa que ocupa o lugar ao lado do condutor».

 

[Texto 7520]

Helder Guégués às 23:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «galheta»

Não é um sopapo

 

      «Acaba de ser declarada a Ave do Ano 2017 em Portugal, numa escolha da SPEA, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves» («Já conhece a galheta?», TSF, 1.03.2017, 18h24). Confesso que não sabia. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora de galheta remete para corvo-marinho, mas estas remissões valem o que valem, e decerto a própria Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves divulgar que a ave do ano é a galheta há-de ser indício de que este termo é mais comum para designar esta ave. O nome, ao que parece, deve-se ao pescoço longo e curvado desta ave palmípede, que se assemelha a um galheteiro.

 

[Texto 7519]

Helder Guégués às 22:46 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,

Livros RTP

Longe vá o agouro

 

      Na última semana, já ouvi pelo menos três vezes, na Antena 1, um anúncio a um livro de Italo Calvino nos Livros RTP. E com que frase sonante fazem a promoção dos livros? Com esta: «Livros que valem a pena ler.» RTP, rais ta partam! Até podem ser livros que valem a pena, mas serão livros que vale a pena ler?

 

[Texto 7518]

Helder Guégués às 18:50 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
01
Mar 17

Léxico: «auspicar»

Fora dos dicionários

 

      Ora cá está um verbo que nunca tinha visto fora dos dicionários: «A todos os leitores, sobretudo aos confrades, auspico que esta viagem pelas avenidas da memória, etc.» Os dicionários remetem simplesmente para o verbo auspiciar, variante muito mais conhecida.

 

[Texto 7517]

Helder Guégués às 17:24 | comentar | favorito
Etiquetas: ,