Léxico: «velocidade de cruzeiro»

Já lá podia estar

 

      «A vinha, que começou a ser plantada há dois anos, já começou a dar resultados, sendo expectável chegar este ano às “seis ou sete toneladas por hectare”. Mas quando [sic] “quando atingir a ‘velocidade de cruzeiro’” pode alcançar as 18 toneladas de uvas por época, segundo previsões do administrador da Casa Santos Lima, ao DN» («Lisboa vê nascer novas hortas», Patrícia Susano Ferreira, Destak, 8.03.2017, p. 2).

     É claro que a expressão velocidade de cruzeiro não precisa de ser grafada entre aspas, irritante pecha jornalística. Não percebo porque não se encontra no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora e noutros dicionários, aliás, o que sempre contribuirá para se usar mal.

 

[Texto 7543]

Helder Guégués às 19:43 | comentar | ver comentários (1) | favorito