03
Abr 17

Tradução: «news literacy»

Espantoso

 

   «“O anúncio de hoje envia uma forte mensagem de que a alfabetização mediática é importante. Não podemos melhorar apenas a produção de notícias. Necessitamos de nos melhorar a nós próprios, ser melhores e mais ativos como utilizadores, consumidores e criadores de meios”, declarou [Dan Gillmor, professor na Universidade Estadual do Arizona]» («Nasceu a “Integridade das Notícias”», Lusa/TSF, 3.04.2017, 21h42). E no original: «Today’s announcement sends a strong signal that news literacy matters. We can’t upgrade only just the supply of news. We need to upgrade ourselves, to become better, more active media users as consumers and creators.» Quem diria que iam traduzir assim? Muito bem, perdoamos-lhes já alguns dos erros do passado. Sobre o futuro ninguém se pode pronunciar.

 

[Texto 7667]

Helder Guégués às 23:17 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «sobrealimentado»

E os motores?

 

      «[O Smart Fortwo Cabrio Brabus edition #2] Tem um motor de três cilindros sobrealimentado de 66 kW (90 CV) de potência, combinado com a caixa twinamic de 6 velocidades e dupla embraiagem» («Edições especiais para condutores smart», «Domingo»/Correio da Manhã, 26.03.2017, p. 43).

     Pois bem, nos dicionários, isto ainda é só relativo a gente bruta, dos que consomem uma quantidade de alimentos que excede as necessidades do organismo. É melhor começarem a pensar também nos motores. Não deixem os falantes desamparados.

 

[Texto 7666]

Helder Guégués às 21:51 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «salafita»

Só safardana

 

      «Nas imagens divulgadas, captadas por câmaras de vigilância, vê-se um homem que ostenta a típica barba dos muçulmanos salafitas, ou seja, barba sem bigode. Usa ainda um barrete na cabeça e parece estar vestido com uma túnica também tradicionalmente usada pelos muçulmanos que praticam esta vertente do Islão» («Divulgadas imagens do suspeito do ataque ao metro de São Petersburgo», Rádio Renascença, 3.04.2017, 18h49).

      No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, nem salafita nem salafismo, o que não se pode dizer que não é falha, isto numa época em que tudo o que é muçulmano está na ordem do dia, e quase nunca por boas razões.

 

[Texto 7665]

Helder Guégués às 21:03 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «irradiação»

Onde está o Sol?

 

      «O castigo foi retirado da lei desportiva, mas perante o caso, João Paulo Rebelo entende que faz sentido voltar a discutir a irradiação» («Secretário de Estado do Desporto: Regresso da irradiação merece ser discutido», Cristina Lai Men e Miguel Videira, TSF, 3.04.2017, 11h16).

      Ao que parece, os nossos amigos Brasileiros nem sequer sabem o que isto quer dizer. E nós (ou talvez apenas eu e Pacheco Pereira) precisamos sempre de ir ao dicionário verificar.

 

[Texto 7664]

Helder Guégués às 20:57 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
03
Abr 17

Léxico: «skimming»

Clonagem de cartão

 

    «Quanto aos inquéritos sobre a cópia ou clonagem de cartões electrónicos (skimming), até Outubro registaram-se 64, contra os 78 do ano anterior» («Internet está a tornar-se no meio privilegiado para as fraudes financeiras, reconhece a PJ», Sara Capelo, Público, 14.11.2007, p. 8).

      Isso mesmo, viram bem: a notícia tem dez anos. No Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora, diz-se que que é o termo coloquial usado nos Estados Unidos da América para designar «fraude fiscal». Também é. No caso, porém, trata-se de uma fraude financeira em que os números de um cartão de crédito são registados, sem que o seu titular saiba, e em seguida transferidos para um cartão duplicado. E isto acontece até em caixas Multibanco, pelos mais variados processos, como câmaras que registam o PIN, falsos teclados, etc.

 

[Texto 7663]

Helder Guégués às 20:25 | comentar | favorito
Etiquetas: ,