29
Mai 17

Léxico: «medronhal»

Terreno ou pomar?

 

      «Primeiro medronhal certificado: dos frutos frescos ao combate aos incêndios» (TSF, 29.05.2017, 18h55). E porque será que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora define medronhal como o «terreno onde crescem medronheiros», quando de laranjal diz que é o «pomar de laranjeiras», de limoal o «pomar de limoeiros», de pereiral o «pomar de pereiras», de nogueiral o «pomar de nogueiras», etc.? Ginjal, porém, foi contemplado com as duas definições: «terreno plantado de ginjeiras; pomar de ginjeiras». O que é igual tem de ser tratado de forma igual.

 

[Texto 7881]

Helder Guégués às 21:42 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,
29
Mai 17

Léxico: «superior-geral»

Todos os meses

 

      «Também o superior-geral da ordem, o belga René Stockman, criticou a decisão que foi tomada pela direcção que administra os hospitais e que inclui leigos. Stockman disse ao “Catholic News Service” que chamou a atenção de Roma para a situação e que o secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, estava a investigar pessoalmente o assunto» («Bispos da Bélgica contra eutanásia em hospitais católicos», Rádio Renascença, 29.05.2017, 11h47).

      É assim que eu também escrevo a palavra (e faço-o todos os meses), que só encontro no VOLP da Academia Brasileira de Letras. Vendo bem, também está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, mas apenas na definição (outra incompreensível ponta solta neste dicionário) do adjectivo generalício: «relativo ao superior-geral de uma ordem religiosa».

 

[Texto 7880] 

Helder Guégués às 21:40 | comentar | ver comentários (1) | favorito