31
Mai 17

«Quociente de inteligência»

A propósito de inteligência

 

      «“Ficámos alarmados após [sic] analisarmos os dados preliminares, que já indicavam que mais de um terço das crianças teria níveis deficientes de iodo. Sabendo que a falta deste nutriente pode comprometer o coeficiente de inteligência (QI) em 15 pontos, sentimos a obrigação de alertar os decisores políticos e a sociedade o [sic] quanto antes”, explicou Conceição Calhau, que actualmente é também professora da Nova Medical School, em Lisboa» («Crianças têm níveis baixos de iodo e “pouco ou nada” foi feito», Rádio Renascença, 31.05.2017, 9h58).

      Não, não. É quociente de inteligência, e não coeficiente. Foi erro da professora da Nova Medical School (?) ou é o jornalista que ouve mal? E a sigla QI não deu nenhuma pista ao jornalista? Falta de iodo, sem dúvida.

 

[Texto 7887]

Helder Guégués às 11:19 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
31
Mai 17

Léxico: «vacina altruísta»

Uma hipálage

 

      «Mas há mais abordagens e diferentes estratégias de ataque a este parasita nos laboratórios deste mundo. Há ainda equipas que trabalham em vacinas “sanguíneas”, que actuam na fase em que o parasita chega ao sangue, e outras que se dedicam às chamadas “vacinas altruístas”, que funcionam como bloqueio à transmissão e que, apesar de não serem capazes de proteger quem é vacinado, tentam impedir que o parasita seja transmitido a outro hospedeiro» («Abordagens atenuadas, sanguíneas e altruístas», Andrea Cunha Freitas, Público, 31.05.2017, p. 27).

      É um conceito e designação de que já se fala há muitos anos, em que a vacina impede a formação de gametócitos. Vacina altruísta, pois evitará apenas o contágio de terceiros.

 

[Texto 7886]

Helder Guégués às 08:28 | comentar | favorito
Etiquetas: ,