24
Jun 17

Léxico: «caralhota»

Comprido como um

 

      «Caralhotas é a designação popular para os borbotos das camisolas. Como os restos que ficavam nos alguidares onde era preparada a massa do pão faziam lembrar borbotos, foi dada há longos anos essa designação aos pequenos pães feitos a partir desses restos. As caralhotas são bolas de pão caseiro, cozidas em forno de lenha» («Caralhotas», «Radar terra a terra»/Diário de Notícias, 24.06.2017, p. 13).

      Desconhecia o vocábulo. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista-o como regionalismo: «pão cozido em forno de lenha, típico da região de Almeirim». Mas será um regionalismo, se é usado somente em Almeirim? Não é antes um localismo? Seja como for, o termo tem outros sentidos: em Miranda do Corvo e na zona da Lousã, é o nome que se dá a uma espécie de ameixa comprida. Ou registam todas as acepções ou não registam nenhuma.

 

[Texto 7945]

Helder Guégués às 23:18 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «achista»

Ofereço-lhes este

 

      «Estava toda a gente em choque, a pensar como foi possível, será engano?, e já havia tudólogos e achistas em ação desenfreada» («E todos deixaram passar a ambulância», Ana Sousa Dias, Diário de Notícias, 24.06.2017, p. 56).

    Aqui falámos do termo tudólogo, e aqui do vocábulo achismo, que, por minha sugestão, foi registado no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Sendo assim, falta dicionarizar agora achista.

 

[Texto 7944]

Helder Guégués às 22:55 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
24
Jun 17

Como se escreve nos jornais

Dolorosamente chamuscados

 

   Venceu o 89.º Concurso de Quadras do Jornal de Notícias, e reza assim: «Nesta noite tão tripeira,/Um mistério aconteceu:/Tu, pulavas a fogueira,/Quem se queimava, era eu...» O JN também não deixa de sair chamuscado ao publicar tal qual a quadra, assinada com o pseudónimo Dorido. O jornal não tem revisor? Não sei como não se envergonham — e logo na capa.

 

[Texto 7943]

Helder Guégués às 15:59 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,