Léxico: «pinking»

Rosa-salmão

 

      «Chama-se “pinking” e é uma categoria de vinho muito rara, porque não pode ser produzida todos os anos. Vai ser lançado pela Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo. [...] Tudo começou em em [sic] 2014. Jenny Silva, estudante de mestrado de Enologia na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), identificou o fenómeno “pinking” em conjunto com Fernando Nunes e Fernanda Cosme, docentes e investigadores do Centro de Química da UTAD. “Pinking” quer dizer defeito e é historicamente conhecido pelo processo de “aparecimento de uma cor rosa-salmão em vinhos produzidos exclusivamente de uvas de castas brancas”. […] A criação da nova categoria de vinho, que adoptou o nome do fenómeno, vai ser lançada a 7 de Julho, pela Adega Cooperativa Figueira de Castelo Rodrigo que, entretanto, adquiriu a patente à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro» («Defeito de produção dá origem a vinho raro», Olímpia Mairos, Rádio Renascença, 28.06.2017, 22h07).

      «“Pinking” quer dizer defeito»? Não me parece, Olímpia Mairos. O que eu vejo é que se diz de «of a colour intermediate between red and white, as of coral or salmon». Com essa palavra — mas não haverá também um termo português para o designar? —, designa-se esse defeito do vinho, porque é essa a cor que o vinho toma. Como é igualmente a cor do vinho rosé, e por isso em inglês pinking também significa rosé

 

[Texto 7961]

Helder Guégués às 17:34 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,