04
Dez 17

Léxico: «electroprodutor»

E mais esta

 

      «O Sistema Electroprodutor do Tâmega é um dos maiores projectos hidroelétricos [sic] realizados na Europa nos últimos 25 anos, compreende três barragens (Daivões, Gouvães e Alto Tâmega) e representa um investimento de 1.500 milhões de euros» («Pico de obra prestes a avançar no maior complexo de barragens do país», Olímpia Mairos, Rádio Renascença, 4.12.2017, 18h36).

      Noutras línguas, têm um legítimo orgulho no léxico que possuem, e por isso gabam-se dos dicionários que têm. Cá, deixamos as palavras por aí à solta como cães sem dono. Os pobres falantes sentem-se, por isso, inseguros no momento de usarem este ou aquele termo menos comum.

 

[Texto 8434]

Helder Guégués às 21:27 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «halo»

Algumas diferenças

 

      «O vídeo, partilhado na rede Facebook pela estância de esqui da localidade [Vemdalen, na Suécia], mostra o efeito espetacular da refração da luz solar ao atravessar cristais de gelo suspensos na troposfera.

     O fenómeno é conhecido como um halo de gelo, e é relativamente comum em zonas mais frias do globo. Este foi particularmente digno de nota porque combinou vários tipos de Halo: um halo circular de 22º, pilares de luz, um círculo parélico, parélios, um arco tangente superior, e um, mais raro, halo de 46º» («Vídeo mosta halo de gelo nos céus da Suécia», Ana António, TSF, 4.12.2017, 19h47).

      A jornalista afirma que é o efeito da luz a atravessar cristais de gelo suspensos na troposfera. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora define assim halo: «círculo luminoso em volta do Sol e de alguns planetas, resultante do reflexo ou da refracção da luz do Sol ou da Lua em cristais de gelo suspensos na atmosfera». É, de facto, mais precisamente, na troposfera, que é a camada da atmosfera em que os fenómenos climáticos ­— formação de nuvens, chuva, relâmpagos — ocorrem. No jornal Independent, também explicam o fenómeno, sem nunca afirmarem que foi duplo, e titulam: «Sun halo: Rare weather phenomenon spotted in Sweden». E, sobretudo, explicam mais: «The halos occur when sunlight refracts through a high band of cirrus clouds more than 20,000 feet above the ground. These clouds, which are characterised as “thin and wispy”, contain million of individual ice crystals as water droplets have frozen in the air.» E para terminar: porque escreve a jornalista da TSF que é um «halo de gelo»? Não será mais correcto «halo solar»?

 

[Texto 8433]

Helder Guégués às 20:56 | comentar | favorito

Léxico: «agudização»

Será possível!?

 

      «O tempo de tratamento e recuperação acaba por ser mais eficaz e reduzido, com visitas diárias de médicos e enfermeiros. “No período nocturno e ao fim de semana [sic] existe sempre um médico de prevenção, para dar resposta a qualquer processo de agudização que aconteça”, acrescenta Correia Azevedo» («Governo quer alargar hospitalização domiciliária. Medida reduz custos e risco de infecções», Cristina Branco, Rádio Renascença, 4.12.2017, 14h48).

      Podem acreditar: o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista o vocábulo «agudização»! Esperem, mais pontos de exclamação: !!!! Faltar tal termo num dicionário geral da língua portuguesa é para espantar. E, no entanto, o termo aparece em dois verbetes: hipoxemia e cronificação. Este último é completamente novo para mim.

 

[Texto 8432]

Helder Guégués às 19:44 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,
04
Dez 17

«Sobre/sob», de novo

A ignorância continua

 

     A polícia prossegue, no cumprimento da lei, o seu implacável combate à venda de animais de espécies protegidas. «“Foram detidos dois homens por posse de parte das aves, um por posse de aves e por resistência e coação sob funcionário e ainda um quarto por resistência e coação sob funcionário”, esclarece a PSP» («Quatro detidos por alegada venda de aves de espécies protegidas», TSF, 3.12.2017, 19h49).

    Já estou a imaginar os passarinheiros execrandos, os grandes criminosos coagidos debaixo do funcionário, talvez com a promessa de umas bastonadas cariciosas.

 

[Texto 8431]

Helder Guégués às 08:50 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,