«Hackear»?

Sobretudo na rádio

 

      Nem queria ser eu a dizê-lo, na verdade, mas agora estou a ouvi-lo cada vez mais: hackear. Eu sei, um problema. Apropriado pelos falantes de português, mas estranho à nossa língua. Bem, mas também temos — e esse ainda mais desnecessário — scanear, que a inteligência (agora sem ironia nem acinte) brasileira transformou em escanear. E então, que fazemos, como o escrevemos? Ficará irreconhecível se o escrevermos «haquear»? Sim? É que tenho notícia de que no Brasil o escrevem «raquear», o que é incomparavelmente pior. Temos é de fazer uma escolha, optar por um caminho, e os lexicógrafos não podem assobiar para o lado.

 

[Texto 8595]

Helder Guégués às 21:02 | comentar | favorito