Léxico: «cinoterapia»

A oportunidade

 

      «Cátia Rodrigues [psicóloga que coordena um projecto de cinoterapia] refere que o contacto com o animal activa uma parte superfrontal do cérebro, num processo em que este vai produzir um neurotransmissor chamado oxitocina, que está associado à sensação de bem-estar» («A cadela Mel vai à escola ajudar crianças com autismo», Camilo Soldado, Público, 19.05.2017, p. 13).

      Superfrontal... Hum... Não me parece que seja português. Não será antes súpero-frontal, à semelhança de «súpero-anterior» e «súpero-posterior»? Bem, os dicionários nada disto registam, e forçosamente uma é adequada. Ah, vejo agora também que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista «cinoterapia» (nem tão-pouco «cinoterapeuta»), mas apenas «cinotecnia». Deve ser, respeitinho!, por causa dos «binómios cinotécnicos» da GNR...

 

[Texto 7850]

Helder Guégués às 10:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,