Léxico: «genotípico»

Não se compreende

 

      «Com a intervenção do Instituto [Nacional de Saúde Ricardo Jorge], foi possível “fazer a caracterização genotípica”, através da qual se identificam os vários tipos e subtipos de sarampo» («Epidemia de sarampo em 2017 teve dois surtos coincidentes», TSF, 13.01.2018, 14h33).

    Mais uma vez, eu sei, parece mentira: o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista o adjectivo genotípico, e, contudo, está — numa falha demasiado repetida — nos dicionários bilingues. Não falta no VOLP da Academia Brasileira de Letras. É que uma coisa é não acolher «sauropsídeo», outra, muito diferente, é não ter um adjectivo como este quando regista genótipo e fenotípico.

 

[Texto 8576]

Helder Guégués às 18:48 | comentar | favorito
Etiquetas: ,