Ortografia: «macartismo/macarthismo»

Duplo, não triplo

 

      «[Ário Lobo de Azevedo] Trabalha em Angola, viaja para os Estados Unidos para estudar em pleno mccartismo, para ser ameaçado de expulsão por ter comentado uma afirmação de um senador americano» («Morreu com 93 anos o primeiro reitor da Universidade de Évora», Carlos Dias, Público, 5.08.2015, p. 15).

   Já aqui o tínhamos visto. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista macartismo e macarthismo, não «mccartismo».

 

[Texto 6126]

Helder Guégués às 07:02 | comentar | favorito
Etiquetas: ,