Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «bioacessibilidade | bioacessível»

O infindável alfobre da ciência

 

      «O estudo, publicado na revista “Marine Pollution Bulletin”, aponta para “a necessidade da criação de uma metodologia universal para estimar a bioacessibilidade do mercúrio (Hg), um metal pesado tóxico”, em espécies de peixe e marisco, afirmou hoje a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), em nota de imprensa enviada à agência Lusa. A bioacessibilidade “traduz-se no que o organismo humano pode absorver a partir dos alimentos” que ingere, sendo um instrumento relevante para determinar os valores máximos de contaminantes que podem ser consumidos ao longo da vida sem risco para a saúde. [...] Nesse sentido, o estudo, liderado pelo investigador do Centro de Ecologia Funcional Filipe Costa, procurou avaliar “a fração de mercúrio bioacessível em peixes e mariscos presentes na dieta mediterrânica”, designadamente espécies capturadas no oceano (peixe-espada-preto, atum, espadarte, tubarão azul), espécies de aquacultura (salmão e mexilhão) e estuarinas (tainha e amêijoas)» («Medir nível de mercúrio no peixe: investigador português defende necessidade de metodologia universal», Postal, 19.09.2022, 14h11).

 

[Texto 16 982]