Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Deixar cair», de novo

Pois é pena

 

 

      «Na audiência marcada para hoje, o juiz irá decidir se as acusações vão ou não ser deixadas cair. Se, tal como é habitual, a recomendação da Procuradoria for aceite, o caso será arquivado e Strauss-Kahn terá permissão para viajar livremente e regressar a França caso assim o deseje» («Procurador pede abandono das acusações a DSK», Catarina Reis da Fonseca, Diário de Notícias, 23.08.2011, p. 25).

      Ou não nos lê ou não ficou convencida – tanto mais que não chegámos a saber ao certo se a expressão é cópia do inglês, do espanhol ou do francês. Apenas concluímos que não era português de lei.

 

[Texto 415]

9 comentários

Comentar post