Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Linguagem

Com atracção

 

 

      «Se calhar é porque, perante um estrangeiro, cada um dos muitos povos italianos responsabiliza-se pela reputação do povo dele, que nós depois identificamos, com gratidão, com toda a Itália. Daí ser estranho que Berlusconi se queixe da Itália, que tanto lhe deu e perdoou. Mas é compreensível. A cabeça do Sílvio é como a de qualquer italiano (ou português): por muito ou pouco que tenha recebido do país ao qual tanto contribuiu, é sempre pouco, conforme a contabilidade vaidosa que foi a dele» («País de merda», Miguel Esteves Cardoso, Público, 5.09.2011, p. 31).

      «País ao qual tanto contribuiu»?! E não há ali próclise, por causa do pronome indefinido do sujeito da oração?

 

[Texto 454] 

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.