Menos palavras

Por favor

 

 

      Palavras de sobra, sempre, e muitas, e, pior, parece que ninguém se importa. «Sabes o que é que quero dizer, não sabes?» Isto nem com a tesoura de Torga vai, só com uma gadanha furiosa.

 

[Texto 4772]

Helder Guégués às 12:55 | comentar | favorito
Etiquetas: ,