Léxico: «reformeca»

Reformorreia

 

 

      «Esta ideia de mudança radical é muito importante, não é uma ideia de reforma, de reformeta» («Andamos à procura do nosso tamanho, do tamanho de Portugal», José Gil, «P2»/Público, 24.05.2011, p. 6).

      Cheira a sufixo francês. Em português só reformeca — depreciativo para reforma política insignificante — tenho ouvido e lido. Mas José Gil recebeu um prémio de crítica, respeitinho: «Na escolha do premiado, segundo o júri, pesou “a demonstração de um raciocínio crítico organizado a partir de conhecimentos muito sólidos que representam uma vida de atenção à arte. A fundura do olhar e a clareza da escrita de José Gil conduzem-nos, com este texto [A arte como linguagem: A “última lição”], à compreensão da arte contemporânea segundo novas perspectivas”» («Prémio de crítica para José Gil», Diário de Notícias, 12.05.2011, p. 53).

 

 

[Texto 50]

Helder Guégués às 00:13 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: