Tradução: «piezas de convicción»

Mais um exemplo

 

 

      O original (e a tradução, porque estou a fazer apenas a revisão) apresenta ainda a expressão piezas de convicción. Peças de convicção, verteram os tradutores. Nunca tinha lido ou ouvido tal. Uma pesquisa perfunctória mostrou-me que a jurisprudência espanhola identifica as piezas de convicción com todos os objectos inanimados que possam servir para representar a realidade de um facto e que tenham sido carreados para a acção, unindo-se materialmente a esta ou conservando-se à disposição do tribunal, englobando, desta maneira, os «documentos». Curiosamente, a expressão é usada também no Brasil. Mais uma vez, o problema nem sequer é, em termos estritos, de tradução — que foi literal —, mas de correspondência entre os diferentes ordenamentos jurídicos.

 

 

[Texto 549]

Helder Guégués às 21:00 | comentar | favorito
Etiquetas: