Anglicismo: «incumbente»

Por terra

 

 

      «A morte de Steve Jobs proporcionou uma excelente oportunidade para revisitar a sua vida e legado e, também, para ver ou rever muitos dos seus vídeos hoje disponíveis na Internet. Entre os que revi ontem quero destacar um: é do final de 1983 e mostra um jovem de menos de 30 anos a anunciar não o novo, e revolucionário, Macintosh, mas o spot publicitário de lançamento. Trata-se do memorável filme que glosa o conceito do 1984 de Orwell para destacar a coragem dos que desafiam a hegemonia dos incumbentes. No caso, a poderosa IBM, como Steve sublinha» («Notas soltas: Steve Jobs, ERC e Alberto João Jardim», José Manuel Fernandes, Público, 7.10.2011, p. 39).

      Ultimamente não se pode falar de estrangeirismos — mas eu arrisco mais uma vez. Incumbente não é, na frase, um anglicismo semântico? Para nós, «incumbente» é quase só o que está inclinado para baixo. Adjectivo. Em inglês, é «one that occupies a particular position or place». O leitor pode sentir-se um tudo-nada atrapalhado, mas não faz mal — passa à frente.

 

 [Texto 553] 

Helder Guégués às 15:26 | comentar | favorito
Etiquetas: