Linguagem

Não me parece, respondo

 

 

      «A insatisfação dos mirandeses resulta da actual designação de diocese de Bragança-Miranda (com a supressão do “e”), datada de Setembro 1996, já que até então se chamava de Bragança e Miranda.

      A supressão do “e” não agradou ao povo mirandês, tendo-se verificado várias manifestações de desagrado, pois os mirandeses lembram que o berço da diocese é Miranda do Douro» («Bispo deu parte da missa em mirandês», Diário de Notícias, 10.10.2011, p. 11).

       Não percebo: uma conjunção vale mais do que um hífen? E é uma atitude cristã e adulta?

 

[Texto 567] 

Helder Guégués às 22:32 | comentar | favorito
Etiquetas: