«Sierra Maestra»

E porquê? Tradição?

 

 

      «Não era apenas a classe média cubana, simbolizada na figura austera de um magistrado prestigioso, que encarava com simpatia os guerrilheiros da Serra Maestra» (Opções da Revolução na América Latina, Miguel Urbano Rodrigues. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968, p. 76).

      Já o tinha pensado mais de uma vez, mas acabei sempre por adiar falar desta questão. Porque é que se há-de dizer e escrever Sierra Maestra? E mesmo Miguel Urbano Rodrigues quase acerta, apenas. É com minúscula: serra Maestra. Na infalível (afirmou-o uma vez Montexto) Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, é assim que se lê.

 

[Texto 607] 

Helder Guégués às 12:59 | comentar | favorito
Etiquetas: