Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Como se escreve nos jornais

Mas é assim

 

 

      «É o uber-texto dos fantasistas anti-semitas dos dois mais recentes séculos. Mesmo assim, como quem experimenta uma tempestade anacrónica que tem tanto de tiro no pé como de ignorante arrogância de Estaline, li no PÚBLICO que um palerma do PCP, no jornal Avante, citou aquele texto inteiramente inventado como se fosse um documento factual» («O mal do folclore», Miguel Esteves Cardoso, Público, 8.11.2011, p. 29).

      Do «uber-texto» não digo nada — mas o nome da publicação comunista é Avante!, com ponto de exclamação. Sempre.

 

[Texto 647] 

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.