Plural dos apelidos

Para não se esquecerem

 

 

      «Já vivia [o cão da raça spaniel] confortavelmente em palácios quando os Plantagenetas, os Tudors e os Stuarts ainda andavam a puxar uma charrua que não era deles nas terras lamacentas que também não eram deles» (Flush, uma Biografia,Virginia Woolf. Trad. de Maria de Lourdes Guimarães. Lisboa: Edições Afrontamento, 1987, p. 16).

      No final da década de 1980, ainda se sabia que devia ser assim. E em inglês: «He was taking his ease in palaces when the Plantagenets and the Tudors and the Stuarts were following other people’s ploughs through other people’s mud.»

 

[Texto 670] 

Helder Guégués às 17:20 | comentar | favorito
Etiquetas: