Verbo «colocar»

Cartas de Varsóvia e ovos

 

 

      “Não colocar os ovos todo no mesmo cesto” costumava ser uma expressão preferida do dr. Mário Soares, para designar o bom senso e sentido de equilíbrio do povo português. É uma boa expressão, que designa uma atitude falibilista, de abertura intelectual, e de cepticismo quanto aos grandes desígnios uniformizadores. Seria importante que os europeístas compreendessem que esse princípio é hoje de novo fundamental para salvar a unidade da família europeia» («Europa: todos os ovos no mesmo cesto?», João Carlos Espada, Público, 21.11.2011, p. 29).

      O Dr. Mário Soares dizia mesmo assim? Bem, prefiro o Boletim Geral das Colónias: «Pouco a pouco teve-se a realidade de que o caminho da opulência não é fácil e que não é ajuizado pôr todos os ovos no mesmo cesto» (Agência Geral das Colónias, 1938, p. 188).

      Devem recear, coitados, ser confundidos com galinhas... Rui Sá, ex-vereador comunista da Câmara Municipal do Porto, também não faz perguntas: «Fundamentalmente porque tenho todo o à-vontade para colocar questões.»

 

[Texto 706] 

Helder Guégués às 15:41 | favorito
Etiquetas: