«Sorja»?

Nunca

 

 

      Estou aqui a ler que o «sorja» implicava com o recruta. Nunca antes vi tal palavra. Conhecia, isso sim, a redução «sarja», de «sargento».

      «Um sarja músico, gerente da messe, havia um dia preenchido uma participação porque à hora do almoço eu lhe havia chamado gatuno» (Vindimas no Capim, José Brás, Publicações Europa-América, 2.ª ed., 1987, p. 65).

 

 

[Texto 710] 

Helder Guégués às 21:52 | comentar | favorito
Etiquetas: