Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Tradução: «pie»

Deve haver uma teoria

 

 

     Conhecem o quadro de Pieter Brueghel, o Velho, Casamento de Camponeses, já da fase final da sua vida? Em primeiro plano, que transportam aqueles dois criados sobre uma porta a servir de padiola? Eu diria que são tartes (que alguns confundem com tortas...), mas o tradutor jura que são pies... E ficou assim — pies. Deve haver alguma teoria tradutológica a afirmar que é vocábulo intraduzível. Mais um.

 

[Texto 719]

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Helder Guégués 24.11.2011 13:54

    Papa acredito que possa ser — sopa, não. Repare, Fernando, como a figura entre os dois criados tem na mão direita um desses recipientes. Repare agora na inclinação em que está. Se fosse sopa, entornava-se, ou não? De qualquer modo, a questão está mesmo na tradução de pie, que é o termo usado na obra. E vamos vertê-lo por tarte ou por torta? Afigura-se-lhe mais tortas ou tartes o que está nos recipientes? E será tarte um galicismo desnecessário?
  • Sem imagem de perfil

    Venâncio 24.11.2011 14:19

    É verdade: se fosse "sopa", entornava-se, com aquela inclinação. Mas uma coisa não entendo inteiramente. No post, o Helder diz que «o tradutor jura que são pies», enquanto no comentário acima fala na «tradução de pie, que é o termo usado na obra», infiro que no original, já que é preciso "traduzir" pie. Significará isso 1. que o original diz pie (o que é um erro patente) e 2. que o tradutor quer conservar esse termo (e esse erro)? 
  • Comentar:

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.