Como se escreve nos jornais

Cada vez melhor

 

 

      «Não tenho dúvidas de que os lobbies existem, nem de que se esforçam cada vez melhor para ter influência. Fala-se no lobby das farmácias, dos médicos, dos construtores civis, para além de incontáveis sociedades secretas e religiosas. Se há um lobby gay, como em tempos alguém sugeriu, não faço ideia. É possível que muitos destes lobbies vivam mais da imaginação do que da realidade» («O lobby do pânico», Pedro Lomba, Público, 1.12.2011, p. 44).

      Até agora, só tinha visto o esforço ser graduado em intensidade, não em qualidade. De facto, o que podemos é esforçar-nos, e esforçar-nos mais, para fazer melhor.

 

[Texto 750]

Helder Guégués às 09:04 | comentar | favorito
Etiquetas: