15
Jun 11

«Cartão de cidadão»

Talvez mude agora

 

 

      «O cartão de cidadão inclui os números de identificação civil, de edentificação [sic] fiscal, dos serviços de Saúde e da Segurança Social» («Diário da República via cartão de cidadão», C. N., Diário de Notícias, 15.06.2011, p. 17).

      É raro ver a locução bilhete de identidade grafada com minúsculas iniciais, o que é estranho. Talvez se inaugure, com o novo documento, uma forma adequada de o referir. Neste caso, o jornalista distraiu-se apenas em relação à grafia de Diário da República, que no Diário de Notícias é sempre, e bem, grafado em itálico.

 

[Texto 163]

Helder Guégués às 16:13 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:

«Crise humanitária»?

Esta não (lhes) passa

 

 

      «No lado norte da fronteira, no devastado Cordofão Sul, forças de Cartum estão a bombardear populações civis de tribos pró-sulistas, tendo provocado dezenas de mortos e uma crise humanitária» («Norte e Sul não se entendem sobre divisão do petróleo», Luís Naves, Diário de Notícias, 15.06.2011, p. 25).

      Este veio para ficar. Eu já escrevi antes isto, mas, como os jornalistas reincidem, repito: o vocábulo «humanitário» apenas se pode utilizar em expressões que qualifiquem acções benéficas, positivas: ajuda humanitária, corredor humanitário, intervenção humanitária, missão humanitária das ONG, trabalhador humanitário, etc. De contrário, já reparou, Luís Naves?, a semântica de cada um dos termos é de sinal oposto.

      Quanto à grafia do topónimo Cordofão Sul, está muito bem. Tem o seu mérito. Afinal, no Público escrevem Kordofan.


[Texto 162]

Helder Guégués às 15:25 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:

Tradução: «heat»

Ainda no mundo do surfe

 

 

      «O jovem de Cascais [Vasco Ribeiro], que lidera actualmente o ranking europeu de juniores e ficou no segundo do mundial de sub-18 no Peru, foi o segundo atleta mais pontuado do seu heat (eliminatória), com 12.50 pontos» («Vasco Ribeiro justificou convite», Madalena Esteves, Diário de Notícias, 15.06.2011, p. 39).

      Madalena Esteves é já um caso a seguir no Diário de Notícias. Sim, senhor: estrangeirismo, tradução. No âmbito do desporto, heat é a designação para eliminatória, etapa. «E já era mais que tempo de aportuguesar definitivamente “surf”», comentou a leitora Cristina. «Os dicionários de português mais usados “em linha” (Priberam e Porto Editora)», lembrou então o leitor R. A., «já têm o verbo surfar e o substantivo surfe.» «Resta a questão da pronúncia», acrescentou. Bem, mas comecemos por algum lado: hoje em dia, quase ninguém, em Portugal, escreve de outra forma que não «icebergue», por exemplo. Aguardemos. Quanto a ranking, é dispensável.

 

[Texto 161]

Helder Guégués às 15:05 | comentar | ver comentários (3) | favorito | partilhar
Etiquetas:

Léxico: «lançador»

Bem lançados

 

 

      «Segundo o Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil e a Agência Espacial Brasileira, os testes servirão para preparar o centro de Alcântara para lançadores de maior porte» («Brasil faz testes com foguetões para lançamento de satélites», Diário de Notícias, 15.06.2011, p. 30).

      Temos muita sorte — eu, sem o desejar, quase o esperava — por não ter sido usado, desta vez, um anglicismo para o que todos compreendemos o que é. Curiosamente, apesar de usada com alguma frequência, esta acepção do vocábulo «lançador» ainda não está registada nos dicionários. E convinha.

 

[Texto 160] 

Helder Guégués às 14:37 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar
Etiquetas:

Tradução: «suponer»

Também já vimos este

 

 

      «Segundo a historiadora [Isabel Soler], a expedição de Vasco da Gama supôs “uma ruptura do monopólio” do comércio com o Oriente, dominado pelos italianos, mas o império português foi mais marítimo do que territorial, com excepção do Brasil, onde teve uma presença semelhante à de Espanha no Peru e no México» («Navegador Vasco da Gama era “violento e irascível”», Diário de Notícias, 15.06.2011, p. 47).

      Não será à falta de aviso, pois já vimos este erro noutras ocasiões. O jornalista devia ter visto o verbete «suponer» num dicionário de língua espanhola e o verbete «supor» num dicionário de língua portuguesa. Chegaria a uma conclusão muito simples: são tantas as semelhanças quanto as diferenças. Sim, o étimo, supponĕre, é o mesmo. Suponere, no contexto, traduz-se por «representar». «Según la historiadora, el viaje de Vasco de Gama supuso “la ruptura del monopolio” del comercio con Oriente que tenían los venecianos.» «Venezianos», afirmou a autora, não italianos.

 

[Texto 159]

Helder Guégués às 12:39 | comentar | ver comentários (5) | favorito | partilhar
Etiquetas:

«Wild card»

Assim sim

 

 

      «Os fãs nacionais de surf terão também oportunidade de aplaudir Vasco Ribeiro, de 16 anos, que recebeu um wild card (convite) da organização para participar na prova» («“Sinto-me bem e cheio de pica para começar”», Madalena Esteves, Diário de Notícias, 14.06.2011, p. 39).

      É este, já o tenho dito, o bom caminho: quando se usa um estrangeirismo, dá-se a tradução ou explica-se. Vejam aqui, no sítio do Estoril Open, a definição do anglicismo: «Esses convites constituem prerrogativa do director do torneio e podem ser atribuídos à ‘prata da casa’, a jogadores sem classificação para aceder directamente às melhores grelhas ou a jogadores de destaque que não se inscreveram atempadamente.»

 

 

[Texto 158]

Helder Guégués às 08:51 | comentar | ver comentários (6) | favorito | partilhar
Etiquetas:
15
Jun 11

«À custa de»

Aquém e além-Atlântico

 

 

      «Atletas disputaram às suas custas as provas pré-olímpicas que tiveram lugar em Inglaterra. Agora espera decisões» («Velejadores olímpicos suspendem actividade por falta de subsídio», Nysse Arruda, Diário de Notícias, 14.06.2011, p. 39).

      A jornalista é brasileira e no Brasil é comum usar-se a locução às custas de — mas que é tão errada cá como lá. Custas só as judiciais. O Vocabulário Português e Latino do P.e Rafael Bluteau já registava a locução.

 

[Texto 157]

Helder Guégués às 08:34 | comentar | ver comentários (3) | favorito | partilhar
Etiquetas: