04
Out 11

Sobre «abater»

Entre mortos e abatidos

 

 

      «Um português de 46 anos, a sua mulher e o filho adolescente foram abatidos a tiro na casa onde viviam, a sul de Joanesburgo, África do Sul. De acordo com a polícia sul-africana, o principal suspeito é o filho da empregada doméstica da família, detido poucas horas depois» («Família portuguesa abatida a tiro na África do Sul», Público, 4.10.2011, p. 8).

      Se fosse jornalista, não sei se alguma vez usaria o verbo «abater» como sinónimo de «matar, assassinar» — mas, se usasse, não abusaria, como se vê na imprensa portuguesa.

 

[Texto 547]

Helder Guégués às 08:59 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
04
Out 11

«Imunológico/imunitário»

Ninguém está imune

 

 

      Não foi o caso da imprensa portuguesa, mas no Brasil, o que boa parte dos leitores puderam ler foi que Bruce Beutler, Jules Hoffmann e Ralph Steinman foram ontem distinguidos em Estocolmo com o Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina 2011 por terem permitido perceber como o sistema imunológico é activado quando surge uma ameaça patogénica. Ora, «imunológico» está relacionado com a ciência da imunologia, ao passo que para o que se relaciona com a imunidade se usa o adjectivo «imunitário». Na Antena 1 também disseram — mas esse foi mero lapso — «sistema humanitário».

 

[Texto 546]

Helder Guégués às 08:33 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: