10
Out 11

Linguagem

Não me parece, respondo

 

 

      «A insatisfação dos mirandeses resulta da actual designação de diocese de Bragança-Miranda (com a supressão do “e”), datada de Setembro 1996, já que até então se chamava de Bragança e Miranda.

      A supressão do “e” não agradou ao povo mirandês, tendo-se verificado várias manifestações de desagrado, pois os mirandeses lembram que o berço da diocese é Miranda do Douro» («Bispo deu parte da missa em mirandês», Diário de Notícias, 10.10.2011, p. 11).

       Não percebo: uma conjunção vale mais do que um hífen? E é uma atitude cristã e adulta?

 

[Texto 567] 

Helder Guégués às 22:32 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas:
10
Out 11

Léxico: «concatedral»

Nova

 

 

      «O novo bispo da diocese de Bragança-Miranda apresentou-se ontem na concatedral de Miranda do Douro, com parte da homília a ser proferida em língua mirandesa, acto aplaudido pelos presentes na cerimónia religiosa» («Bispo deu parte da missa em mirandês», Diário de Notícias, 10.10.2011, p. 11).

      Ora cá está um vocábulo que eu não conhecia ou — o que será mais invulgar — de que me tinha esquecido entretanto. O significado é óbvio.

 

[Texto 566]

Helder Guégués às 22:27 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: