Como se escreve nos jornais

Às três pancadas

 

 

      «Não pode andar devido a uma recente fractura do fémur e angustia-se constantemente com as muitas dívidas contraídas ao longo dos anos, que nem consegue administrar, porque um tribunal da cidade italiana de Velltri lhe adjudicou um tutor ao vê-la só, sem filhos e nenhum familiar que pudesse tratar dos seus muitos encargos» («Anita Ekberg. Sozinha e com dívidas», «P2»/Público, 24.12.2011, p. 13).

      É assim que foi publicado, por exemplo, no El País, e o jornalista (se foi jornalista) português limitou-se a copiar: «ya que un tribunal de la ciudad italiana de Velltri le adjudicó un tutor al verla sola, sin hijos ni ningún familiar que pueda hacerse cargo de sus necesidades». Se se desse ao trabalho, concluiria que não existe nenhuma cidade com aquele nome, mas sim Velletri, que dista 40 km de Roma. Se tivesse lido a imprensa italiana, veria que o tutor («amministratore di sostegno») foi «nominato dal Tribunale di Velletri», e não adjudicado(Sim, e o resto da tradução também tem muito que se lhe diga.)

 

 

[Texto 880] 

Helder Guégués às 12:44 | comentar | favorito
Etiquetas: