12
Mar 12

Léxico: «fisália»

Vários nomes

 

 

      «Lindos frutos tem este bolo de aniversário.» «O nome é Physalis peruviana.» «Ah, sim, o nome científico. E o nome comum em português, qual é?» A senhora engenheira agrónoma, por ora desempregada, isso não sabia. É fisália ou fisálide. A culpa também é dos dicionaristas, que não incluem o vocábulo nos dicionários. Parece que na Madeira lhe dão o nome tomate lagartixa e nos Açores, tomate de capucho.

 

[Texto 1211]

Helder Guégués às 23:38 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
12
Mar 12

«Numa base diária»

Yes, we cycle!

 

 

      «Um dia perguntaram a Rui Monteiro, director comercial da Solve Consulting, uma empresa de consultoria na área da indústria farmacêutica: “Não tens interesse em proteger o ambiente?” Ele disse que sim e trocou as motos pelos Camisola Amarela. Foi a primeira empresa para a qual trabalharam, conta Ricardo. Dois anos depois, continua a recorrer aos serviços dos estafetas de bicicleta numa base diária» («Estes estafetas querem chegar às grandes empresas. A pedalar», Cláudia Sobral, Público, 12.03.2012, p. 28).

      A jornalista não encontrou forma mais escorreita de dizer coisa tão singela. Quanto à substância do artigo, sobre a primeira empresa de estafetas de bicicleta, a Camisola Amarela, já conhecia e recorri hoje aos seus serviços. Em meia hora, por essas colinas afora, a encomenda foi entregue. Recomendo.

 

[Texto 1210]

Helder Guégués às 12:03 | comentar | favorito
Etiquetas: