Verbo «colapsar»

Já parece insubstituível

 

 

      «“Ele recebeu dois choques no relvado, depois mais um no túnel e vários na ambulância. No total, o Fabrice recebeu 15 descargas do desfibrilhador. Passaram 48 minutos desde o momento em que ele colapsou até chegar ao hospital. E mais 30 minutos em que os médicos estiveram a tentar ressuscitá-lo, sem que o coração tivesse um batimento muscular”, disse à BBC o médico do Bolton, Jonathan Tobin» («Muamba esteve “morto” 78 minutos», Tiago Pimentel, Público, 22.03.2012, p. 41).

 

[Texto 1242]

Helder Guégués às 23:48 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: