Sobre «malgaxe»

E, no entanto

 

 

      «Tinham-mo repetido com insistência: Madagáscar não é África e os malgaches não gostam nada que lhes chamem africanos.» Percebo: sendo uma tradução do francês, em que se escreve malgache, o erro está explicado. Mas lembrei-me de ter lido isto: «No A Bem da Língua Portuguesa, ao estudar a palavra tanque, cito o notável Vocabulário de Monsenhor Dalgado. Segundo esse Vocabulário (“Influência do Vocabulário Português em Línguas Asiáticas, Coimbra, 1913”), batata surge não só no concani, mas igualmente no marata, no guzarate, no malabar, no canarês, no tamul e no malgache. Isto disse eu, consultando o trabalho do sábio orientalista. Ora, este, diante do qual o sr. Moreno é insignificante, escreve à pág. LXV da Introdução: “— § 43 — Malgache.” (O malgache ou malagási é o idioma de Madasgáscar).

      De modo que o sr. Moreno é mais uma vez “leviano”, ao atribuir-me o exclusivo ortográfico de uma forma discutível — malgache» (Estudos Críticos de Língua Portuguesa: contra os Gramáticos, Vasco Botelho de Amaral. Porto: edição do autor, 1948, p. 195).

 

[Texto 1504]

Helder Guégués às 16:01 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: