«Perder o norte»

Desnorteados

 

 

      «Tudo sucedeu terça-feira à tarde, na região de Erfoud, no centro interior de Marrocos, conhecida por ser uma zona difícil que requer aos pilotos muita técnica. “Ali não há caminhos, só dunas e areia. É fácil perder o Norte ou ficar enterrado”, conta um piloto que conhece bem o terreno» («Irmãos morrem “de exaustão” provocada por 45ºC», Luís Godinho, Diário de Notícias, 7.06.2012, p. 11).

      Com pontos cardeais é que eles não se entendem. É perder o norte — desorientar-se, desnortear-se — que se escreve.

 

[Texto 1650]

 

Helder Guégués às 08:55 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: