12
Jun 12

Pronúncia: «rotor»

Ora esta

 

 

      Sobre o aerogerador de Viana do Castelo, disse ontem no Jornal da Tarde a repórter Maria Cerqueira: «A energia já está a ser aproveitada pela rede. Não parece, mas a torre tem 78 metros de altura e funciona com pás de rotor de 41 metros de comprimento.» Tudo certo? Parece que sim — porque não transcrevi a forma como a repórter pronunciou a palavra «rotor»: resolutamente à inglesa. Parece mentira, mas ouçam-na. «Rotor» soa como «motor», qual a dificuldade? Mas a pronúncia é assunto tabu: há a ideia, estapafúrdica, de que tudo é admissível. Na boca da mesma repórter, o nome da empresa alemã que construiu o aerogerador também saiu deturpado: em vez de Enercon, ouviu-se «Enercão».

 

[Texto 1670]

Helder Guégués às 08:09 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
12
Jun 12

Tradução: «commuter train»

Novidade, para mim

 

 

      Os protagonistas de certo livro apanharam um commuter train em certa cidade norte-americana. Ou seja, apanharam um?... «Comboio tranvia». Não conheciam a expressão? Nem eu. Mas não é de agora: «Criação do combóio n.º 11, entre Pampilhosa e Guarda, com ótimas ligações da Companhia Portuguesa, e dando seguimento ao combóio tranvia n.º 33, que sai de Figueira da Foz, às 16,20, e partindo de Pampilhosa às 17,27, para chegar à Guarda às 22,50» («Novos horários de comboios na Linha da Beira Alta», Gazeta dos Caminhos de Ferro, n.º 1159, ano XLVIII, 1936, p. 194). Contudo, se tranvia já significa comboio de serviço suburbano, não será melhor traduzir por «comboio suburbano»?

 

[Texto 1669]

Helder Guégués às 07:33 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: