31
Jul 12

Léxico: «caipirosca»

Semiburlesco

 

 

      Um artigo do Diário de Notícias revela-nos onde beber as melhores caipirinhas em Lisboa. Pelo meio, também fala das variantes: caipirosca, em que em vez de cachaça se adiciona vodca, e caipirão, quando em vez de cachaça se acrescenta Licor Beirão. E não é que o seriíssimo Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista «caipirosca»?! E «caipirão» também regista, mas somente como diminutivo de «caipira».

 

  [Texto 1895]

Helder Guégués às 22:26 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:

Léxico: «malhassol»

Fora, mas usada todos os dias

 

 

      O engenheiro queimado por mil sóis africanos não quer rede galinheira no terraço, mas malhassol. E o vocábulo não devia estar nos dicionários? Malhassol = malha + soldada. Welded steel mesh, se preferem em inglês...

 

  [Texto 1894]

Helder Guégués às 15:20 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:

Sobre «condimento»

Não faltam condimentos

 

 

      «Para evitar os assaltos no parque de campismo, a segurança foi reforçada. Além de mais iluminação, há também, segundo Luís Montez, mais arruamentos e um segurança em cada cruzamento. Os campistas contam ainda com um supermercado, inovação introduzida no ano passado, para fazerem as suas compras. No entanto, admite o responsável, nota-se que quem já chegou ao recinto vai carregado de condimentos para evitar gastos maiores. Um reflexo da crise, tal como a tendência verificada na venda de ingressos» («Eddie Vedder obriga a criar pista de helicóptero», Sofia Fonseca, Diário de Notícias, 31.07.2012, p. 45).

      Parece ser uma citação indirecta, e nesse caso é erro de Luís Montez, mas a jornalista devia ter corrigido. Condimentos, meus caros, são substâncias que realçam o sabor dos alimentos: ervas aromáticas, especiarias, etc.

 

  [Texto 1893]

Helder Guégués às 08:06 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:
31
Jul 12

«Idêntico/semelhante»

Repetimo-nos

 

 

      «Os materiais da caverna Border são, por outro lado, muito idênticos aos que posteriormente – há 24 mil anos – foram produzidos e utilizados pelas populações pré-históricas na região, conhecidas por povo San» («‘Flinstones’ africanos já eram modernos há 44 mil anos», Filomena Naves, Diário de Notícias, 31.07.2012, p. 33).

      Já o perguntei várias vezes: a identidade tem graus? Ora, se temos o vocábulo «semelhante», porque havemos de usar sem propriedade o vocábulo «idêntico»?

 

  [Texto 1892]

Helder Guégués às 08:05 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas:
30
Jul 12

Léxico: «bilocação»

É diferente

 

 

      Ah, não se designa por ubiquidade, não... Ao acto ou capacidade de uma pessoa poder estar, por milagre, em dois lugares distintos ao mesmo tempo dá-se o nome de bilocação. «Por milagre» é como o define o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, mas nunca se sabe. São habitualmente referidos os casos de António de Pádua e de Francisco Xavier. Para os Brasileiros, talvez o mais conhecido seja o caso de Frei Galvão.

 

  [Texto 1891]

Helder Guégués às 22:55 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas:

Léxico: «empequenecer»

Para não morrer

 

 

      «E, em todos esses anos, desde que tiraram Perón do poder, em meados dos anos 50, o obrigaram ao exílio e lhe pediram depois que regressasse para os salvar, a Argentina foi empequenecendo até ficar sem moeda nacional» (A Ordem do Tigre, J. J. Armas Marcelo. Tradução de Miranda das Neves e revisão de José Costa. Lisboa: Editorial Teorema, 2010, p. 97).

      Este vocábulo, que já ouvira e lera, também ainda não desapareceu dos dicionários. «Empequenecer não me desagrada, mas nunca o li, e nunca o ouvi, se bem que sou beirão [de Lobão da Beira, Tondela]» (Falar e Escrever, Cândido de Figueiredo. Lisboa: A. M. Teixeira, 1921, p. 148). Agora Fernando Venâncio pode vir, estraga-prazeres, comentar que vem do castelhano empequeñecer.

 

  [Texto 1890]

Helder Guégués às 17:03 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar
Etiquetas:

Léxico: «assucatar»

Vou usar

 

 

  Nunca tinha lido ou ouvido. O engenheiro, queimado por mil sóis africanos, acusou o empreiteiro de ter assucatado a fachada do prédio. Assucatar é construir mal, fazer mal.

 

  [Texto 1889]

Helder Guégués às 09:32 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar
Etiquetas:
30
Jul 12

Sequelas do AOLP90

Empatados

 

 

      No Bom Dia Portugal de sexta-feira, o jornalista João Tomé de Carvalho perguntou à médica alergologista Susana Piedade em que se distinguia a rinite alérgica da vulgar constipação. Respondeu a médica: «Portanto, as constipações são limitações autolimitadas no tempo.» A abrir, o jornalista tinha dito: «A rinite alérgica afecta cerca de 2,5 milhões de portugueses.» O jornalista talvez não padeça de rinite, mas da chamada síndroma de AO, que afecta a fala, é certo que sim: o falante não sabe se a consoante é muda ou não. E lá saiu o c de «afecta» bem articulado...

 

  [Texto 1888]

Helder Guégués às 08:29 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: