03
Jul 12

Aprender a contar até um milhão

Agora sim

 

 

      «Por exemplo, no ano que corresponde à minha 3. ª classe de há muito tempo os alunos têm de aprender a contar até um milhão. Muito bem, está certíssimo. Mas nesse mesmo ano letivo em que têm de perceber uma coisa tão básica também têm, e passo a citar, de “identificar uma esfera como a reunião de uma superfície esférica com a respetiva parte interna”» («Nuno Crato vai criar uma data de génios», Pedro Tadeu, Diário de Notícias, 3.07.2012, p. 7).

 

 [Texto 1757]

Helder Guégués às 23:50 | comentar | favorito
Etiquetas:
03
Jul 12

Deglutinação: «anspeçada» e «onça»

Uma lança quebrada

 

 

      Veio também o Canhenho de Português de José Stringari, donde colho isto: «Êsse fenômeno de deglutinação do l por julgar-se artigo, faz-nos lembrar outros exemplos. No francês temos a palavra anspessade, que deveria ser lanspessade, pois formou-se da expressão italiana lancia spezzata (lança despedaçada), mas supondo-se ali a existência do artigo, começou-se a dizer l’anspessade em vez de la lanspessade. Também no português é anspeçada.

      A elisão do l deu-se ainda na palavra onça (animal), que se deriva do italiano lonza (do latim vulgar luncea-lyncea), do grego lynx.

      Note-se que onça “pêso” vem do lat. uncia» (São Paulo: Editorial Dom Bosco, 1961, p. 138).

 

 [Texto 1756] 

Helder Guégués às 07:38 | comentar | favorito
Etiquetas: