24
Jul 12

«Alvanéu» e variantes

É só escolher

 

 

      Acabo de ler aqui: «Alvanéu significa taipeiro (construtor em taipa).» Antigamente, porque agora alvanéu é simplesmente o pedreiro de alvenaria. A par de gergelim, deve ser a palavra portuguesa com mais variantes. Variantes, sim. Sousa da Silveira é que fala, a propósito de «alvanel» e «alvanéu», de «formas ainda oscilantes». Só as que eu conheço e sem pesquisar: albanês, alvanéu, alvanel, alvenéu, alvener, alvenel.

 

 [Texto 1868]

Helder Guégués às 12:01 | comentar | favorito
Etiquetas:

Léxico: «caniço»

Mas doravante

 

 

      Que os bairros suburbanos à volta da cidade de Luanda se chamam musseques (ou muceques, como também, mas menos bem, ao que parece, se escreve), creio que toda a gente sabe. O que menos saberão é que ao bairro dos subúrbios com as mesmas características, mas em Moçambique, se dá o nome de caniços.

 

 [Texto 1867]

Helder Guégués às 11:41 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
24
Jul 12

Léxico: «autocine»

Bom exemplo

 

 

      Abram aí o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora e vejam se encontram o vocábulo «autocine». Nada, não é assim? Regista apenas drive-in, que até é mais genérico: «estabelecimento comercial (cinema, bar, etc.) em que o cliente tem acesso ao produto ou serviço sem sair do carro». E, no entanto, na revista Binário (Lisboa: Soc. Ind. Tipografia, n.º 83, Agosto de 1965, pp. 863-869) vejo um «Projecto para um autocine na ilha de Luanda», do arquitecto Vasco Santos. O dicionário da Real Academia Espanhola regista-o: «Recinto al aire libre donde se proyecta una película que se puede seguir desde el interior de un automóvil.»

 

 [Texto 1866]

Helder Guégués às 11:04 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: