08
Set 12

Ortografia: «asa-delta»

Não se percebe

 

 

      «Vladimir Putin irá voar de asa delta para orientar cegonhas que partem do Norte da Rússia para a Ásia Central para invernarem. A notícia foi avançada pelo diário Vedomosti e confirmada por Dmitri Peskov, porta-voz de Putin, que acrescentou que o Presidente aprendeu de propósito a pilotar asa delta para participar na operação. Putin vai assim ajudar, na operação “Voo da Esperança”, as cegonhas raras a encontrarem o rumo certo» («Putin vai voar com as cegonhas», Diário de Notícias, 6.09.2012, p. 27). «Desta vez, Putin voou de asa delta para orientar bandos de cegonhas que partem do norte da Rússia para a Ásia Central para invernarem» («Putin orientou cegonhas», Diário de Notícias, 7.09.2012, p. 6).

      Com a adopção do Acordo Ortográfico, o Diário de Notícias passou a deixar de usar o hífen em palavras que continuam a ter hífen. O jornal não tem, como repetidamente se tem dito, ninguém que zele por estas e outras questões linguísticas. Falta de dinheiro?

 

[Texto 2068]

Helder Guégués às 18:43 | comentar | favorito
Etiquetas:

Alta Saboia

Segundo o AO, também

 

 

      «Tudo está assim em aberto na investigação de um crime que chocou franceses e ingleses desde que foi descoberto, na tarde de quarta-feira. Três pessoas da mesma família – pai, mãe e avó materna –, residentes num bairro de Claygate, a 30 quilómetros de Londres, estavam mortas, assassinadas a tiro, num carro de matrícula britânica, num parque de estacionamento florestal na aldeia francesa de Chevaline, perto do lago Annecy, na região da Alta Sabóia» («Pista do dinheiro seguida no massacre dos Alpes», Albano Matos, Diário de Notícias, 8.09.2012, p. 26).

      A regra é precisamente a citada no texto anterior. Só me espanta que não se aproveitem os meios de que se dispõe hoje em dia para corrigir estes erros.

 

[Texto 2067]

Helder Guégués às 18:35 | comentar | favorito
Etiquetas:

Ortografia: «tabloide»

Segundo o AO, claro

 

 

      «Esta semana foi noticiado que o ator norte-americano Bruce Willis teria a intenção de processar a empresa Apple uma vez que, segundo publicou o tablóide britânico The Sun, esta não lhe possibilitava transferir a coleção de canções que comprou na loja digital iTunes para as filhas em herança» («Música digital comprada pode ser dada em herança», João Moço, Diário de Notícias, 8.09.2012, p. 40).

      Nem numa década estes erros se deixarão de ver — e em profissionais da escrita. Na população em geral, vai demorar mais. A regra, caro João Moço, está na Base IX, n.º 3, do Acordo Ortográfico de 1990: «Não se acentuam graficamente os ditongos representados por ei e oi da sílaba tónica/tônica das palavras paroxítonas, dado que existe oscilação em muitos casos entre o fechamento e a abertura na sua articulação: assembleia, boleia, ideia, tal como aldeia, baleia, cadeia, cheia, meia; coreico, epopeico, onomatopeico, proteico; alcaloide, apoio (do verbo apoiar), tal como apoio (subst.), Azoia, boia, boina, comboio (subst.), tal como comboio, comboias, etc. (do verbo comboiar), dezoito, estroina, heroico, introito, jiboia, moina, paranoico, zoina

 

[Texto 2066]

Helder Guégués às 18:29 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas:
08
Set 12

Léxico: «poliamor»

Ainda é o amor livre

 

 

      «Poliamor é uma prática, mas também pode ser interpretado como uma filosofia, que passa pela aceitação de se relacionar com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, com o consentimento de todos os envolvidos. Na poligamia e na poliandria, quando um marido possui mais de uma esposa, ou quando a esposa possui mais de um marido, o casamento é uma condição» («Poliamor, poligamia e poliandria», Diário de Notícias, 8.09.2012, p. 28).

 

[Texto 2065]

Helder Guégués às 12:41 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: