27
Set 12

Léxico: «aforquilhar»

Raramente se vê

 

 

      «The seed that makes a forest of the loin/Forks half its fruit; and half drops down,/Slow in a sleeping wind» (Dylan Thomas). «Aforquilha metade do seu fruto», traduziu alguém, que um dia se saberá. Aforquilhar, que Morais registou, é dar forma de forquilha a e segurar com forquilha. Um dos exemplos da Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira é aforquilhar um andor, que significa segurá-lo com as forquilhas, enquanto o préstito está parado.

      «Em conclusão: O mesmo Satanás que, através de comissários, arruinou a saúde do Zé Rato, foi o que aforquilhou o ânimo dos inimigos do Estêvão VI na via do estrangulamento do Santo Padre, a fim de (patranhava o Malino) ficar aplacada a ira de Deus, indubitavelmente, manifestada no desmoronamento do telhado do paço pontifical» (Histórias para Boi Dormir, Valério Bexiga. Olhão: Gente Singular, 2008, p. 123).

 

[Texto 2150]

Helder Guégués às 21:42 | comentar | favorito
Etiquetas:

«À-vontade/à vontade»

Sem revisão, não surpreende

 

 

      «Não podia ter começado melhor o regresso de Marta Crawford à televisão portuguesa. A estreia de 100 Tabus confirma tudo o que já sabíamos da sexóloga, que chegou ao pequeno ecrã em 2005: clarividência na explicação, naturalidade na abordagem dos temas, à vontade perante as câmaras e telegenia natural. Convenhamos que, todos juntos, são atributos que não estão à mercê da esmagadora maioria dos comunicadores portugueses» («A rapidinha perfeita», Nuno Azinheira, Diário de Notícias, 27.09.2012, p. 52).

      Mais um que não sabe. Neste caso, é à-vontade, substantivo, e não locução adverbial, à vontade. E eu não utilizaria, neste contexto, a locução à mercê de, mas antes à disposição de.

 

[Texto 2149] 

Helder Guégués às 09:07 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas:
27
Set 12

Desgraçadíssimo verbo «haver»

TPA, RTP

 

 

      Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, foi entrevistada em Agosto no canal angolano TPA — o que foi notícia agora na televisão pública portuguesa... «E recordou momentos marcantes: “Ele [José Eduardo dos Santos] levou-me à escola, deixou-me na escola, e eu tive que esperar até ele me vir buscar. Portanto, isso é um momento marcante. Como esse, houveram outros...”» Formada em Engenharia, a mulher mais rica de África... todos temos fraquezas.

      A única peculiaridade do verbo haver no sentido de existir é a sua impessoalidade, nada mais.

 

[Texto 2148]

Helder Guégués às 09:01 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: