25
Nov 12

«Folhar»: outra acepção

Acrescente-se

 

 

      «Ao contrário da maioria das massas, a massa folhada não se pode amassar e voltar a estender “porque perde a capacidade de folhar” [diz o chefe Daniel Estriga]» («O segredo da massa folhada», Adriana Freire, Notícias Magazine, n.º 1070, p. 84).

      De ficar folhado, ou seja, semelhante a folha? É acepção deste verbo intransitivo que não consta do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 2363]

Helder Guégués às 12:00 | comentar | favorito
Etiquetas:

«Decoração de interiores»

É mesmo

 

 

      «Foi no dia 22 de novembro que a INAIN, marca do design de interiores, assinalou o seu 20.º aniversário. A empresa de Mário Azevedo e Paula Ferreira Alves foi fundada em 1992 e, desde aí, tem sobressaído no mercado ao executar projetos de interiorismo que se adaptam a diferentes situações» («INAIN celebra 20 anos», Notícias Magazine, n.º 1070, p. 18).

      Pois é, mas em português diz-se decoração de interiores. Interiorismo é espanhol, «arte de acondicionar y decorar los espacios interiores de la arquitectura».

 

[Texto 2362]

Helder Guégués às 11:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Léxico: «papável»

Não percebo

 

 

      «Luis Antonio Tagle. Filipino, 55 anos, arcebispo de Manila, é um dos mais novos cardeais, apontado como papabile, pelo dinamismo da Igreja na Ásia» («Quem é quem», Diário de Notícias, 25.11.2012, p. 26).

      Se temos o adjectivo papável — que pode ser eleito papa —, para quê usar um termo estrangeiro, italiano no caso? E porque dirá o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora que é um termo coloquial?

 

 

[Texto 2361]

Helder Guégués às 08:35 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas:

«Tratar-se de»

E eles agradecem?

 

 

      «No quinto consistório do seu pontificado, Bento XVI nomeou ontem seis novos cardeais, com a particularidade de se tratarem, todos, de personalidades de fora da Europa: Américas (norte-americano e colombiano), Ásia (indiano e filipino), Médio Oriente (libanês) e África (nigeriano)» («Bento XVI nomeia seis cardeais de fora da Europa», Albano Matos, Diário de Notícias, 25.11.2012, p. 26).

     A construção tratar-se de é impessoal, pelo que apenas se conjuga na terceira pessoa do singular. É, a todos os títulos, lamentável que um jornalista não o saiba.

 

[Texto 2360]

Helder Guégués às 08:19 | comentar | favorito
Etiquetas:
25
Nov 12

Aspas escusadas

Quando é que isto acaba?

 

 

      «Os portugueses estão a abandonar o hábito de tomar a ‘bica’. Desde o início do ano, as vendas de café nos hotéis, restaurantes e cafés caíram 4%. São menos seis milhões de euros, qualquer coisa como 10 milhões de ‘bicas’. A crise, a quebra nos rendimentos das famílias, o aumento IVA e a forte concorrências das pastilhas e cápsulas, a preços bem mais baixos, explica a recessão do mercado, diz a Associação Industrial e Comercial do Café (AICC)» («Crise obrigou a consumir menos 10 milhões de bicas», Paula Brito e Virgínia Alves, Diário de Notícias, 25.11.2012, p. 29).

      E por aí fora, sempre com aspas, excepto no título. É para não ofender, porque se trata de regionalismo...

 

[Texto 2359]

Helder Guégués às 07:40 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: