16
Dez 12

Tradução: «palmetto»

Talvez distracção

 

 

      E agora temos algo parecido ao que sucede com o verbete «cleat», no Dicionário Inglês-Português da Porto Editora. Em relação ao termo «palmetto», regista: «BOTÂNICA (palmeira anã) palmeto, palmito». Contudo, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não acolhe o vocábulo «palmeto», mas apenas «palmito». Mas «palmeto» é português? Hum...

 

[Texto 2439]

Helder Guégués às 22:16 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Tradução: «bagman»

Não sei se é

 

 

      Para bagman, o Dicionário Inglês-Português da Porto Editora só dá duas traduções possíveis: o coloquial «caixeiro-viajante» e o coloquial australiano «vagabundo». Não é o sentido que tem numa obra que está à minha frente. Nesta, a acepção é a que leio no Oxford Dictionary: «US & Australian/NZ informal: an agent who collects or distributes the proceeds of illicit activities.» Dizem-me aqui que entre nós se deve traduzir por «homem de mão», mas tenho dúvidas. Alguma sugestão?

 

[Texto 2438]

Helder Guégués às 14:40 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas:
16
Dez 12

Sobre «cércea» e «gabarito»

Para adivinhar

 

 

      A 6.ª acepção de «cércea» é, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, «gabarito», o que não é uma definição, mas simplesmente um sinónimo. Vamos agora consultar, no mesmo dicionário, o verbete «gabarito». A 5.ª acepção é relativa à arquitectura: «limite, regulamentado por legislação própria, da altura dos edifícios em determinadas zonas». A acepção de «cércea» não devia remeter para o respectivo sinónimo no verbete «gabarito»? Parece-me que sim.

 

[Texto 2437]

Helder Guégués às 14:31 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: