«Ter-se»

Tenha mão em si, segure-se

 

 

      «Os vereadores, e todos os que os auxiliavam, gritaram ao povo que se tivesse, procurando ao mesmo tempo conduzir Rui Pereira para dentro de uma casa vizinha» (A Última Dona de S. Nicolau, Arnaldo Gama. Porto: Casa Editora de A. Figueirinhas, Lda., 1937, p. 240).

      Para aqui podemos trazer todos os exemplos que abonem o uso desta forma pronominal do verbo «ter». Ter-se: reprimir-se.

 

[Texto 2573]

Helder Guégués às 15:40 | comentar | ver comentários (5) | favorito
Etiquetas: