10
Fev 13

Ortografia: «bísaro»

Há muito tempo

 

 

      «Sensivelmente à mesma hora em que a esposa punha termo à vida do seu filho e da sua, o autarca participava em Vinhais na Cerimónia de entronização dos confrades da Confraria do Porco Bízaro e do Fumeiro de Vinhais, no âmbito da feira do fumeiro que decorre naquela vila» («Mãe lança-se de janela de hotel com o filho de 12 anos», José António Cardoso, Diário de Notícias, 10.02.2013, p. 22).

      Pelo menos actualmente, que é o que interessa, é bísaro que se escreve, como se pode comprovar nos dicionários.

 

[Texto 2580]

Helder Guégués às 23:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

«Estatuto»?

Lá como cá

 

 

      «Na Alemanha, o estatuto de doutor é muito respeitado e é mencionado sempre que se refere a identidade de uma pessoa. Por exemplo, Merkel é mencionada como “senhora doutora Angela Merkel”» («Merkel perde a sua ministra e amiga acusada de plágio», Helena Tecedeiro, Diário de Notícias, 10.02.2013, p. 31).

      Hum, afinal não é apenas em Portugal. «Estatuto» será o termo mais adequado no contexto?

 

[Texto 2579]

Helder Guégués às 22:25 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Com o latim me enganas

A importância de se chamar Nemo

 

 

      «A decisão de chamar Nemo à tempestade de neve que atingiu os EUA e o Canadá está a causar polémica. Tudo porque o nome não é oficial, como acontece com os furacões, tendo sido escolhido pelo Weather Channel (o canal de meteorologia dos EUA). E porque a primeira ideia que vem à cabeça das pessoas quando se fala em Nemo é o peixe do filme de animação da Pixar, À Procura de Nemo. Na realidade, explicou ao The New York Times o responsável pelo nome, Bryan Norcross, a inspiração é a origem latina da palavra, que significa “ninguém”, como o Capitão Nemo, do livro Vinte Mil Léguas Submarinas, de Júlio Verne» («Tempestade ‘Nemo’ gera polémica», Diário de Notícias, 10.02.2013, p. 30).

 

[Texto 2578]

Helder Guégués às 21:57 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas:

Uso das maiúsculas

Só para coisas grandes

 

 

      «Este estado baniu, pela primeira vez desde o Grande Nevão de 1978, a circulação de todos os veículos, para não atrasar as operações de limpeza» («Neve deixa 650 mil sem luz e mais de cinco mil voos em terra», Susana Salvador, Diário de Notícias, 10.02.2013, p. 30).

      Merecerá as maiúsculas? E o nosso grande nevão de 1954, pode ser com minúsculas?

 

[Texto 2577]

Helder Guégués às 21:49 | comentar | favorito
Etiquetas:
10
Fev 13

Léxico: «snowboardista»

Primeiro passo

 

 

      «Equipada a rigor com luvas, óculos, cachecol e fato de neve cor-de-rosa a condizer com as botas próprias para fazer snowboard, Maria de Matos Costa faz a prancha deslizar pela neve de forma admirável. Não fosse o tamanho da criança e facilmente se poderia pensar que aquela “snowboardista” tem larga experiência» («Pistas da serra da Estrela servem para “enganar o vício” da neve», Catarina Canotilho, Diário de Notícias, 10.02.2013, p. 20).

      Por enquanto ainda envolta em aspas assépticas, não tardará a seguir o caminho de outras, como «icebergue», por exemplo, e a trazer o mesmo tipo de problemas.

 

[Texto 2576]

 

Helder Guégués às 21:35 | comentar | favorito
Etiquetas: