28
Fev 13

Como se escreve nos jornais

Eu não usaria

 

 

      «Marcelo Rebelo de Sousa, que acompanhou a onda de estudantes até à porta, diria depois à SIC que os jovens da JSD deviam ter saído da sala antes de Passos para formarem uma espécie de cordão de defesa e abafarem o protesto. Mas ontem isso acabou por não acontecer porque o próprio Passos, numa imagem de bravata, quis enfrentar o protesto — como que o desvalorizando» («Primeiro-ministro recebido por estudantes de Direito com coelho enforcado», Maria Lopes, Público, 28.02.2013, p. 9).

      Há-de ser a parte de opinião... Não será excessivo usar a palavra bravata ­— ameaça arrogante; fanfarronice; bazófia; jactância — neste contexto?

 

[Texto 2641]

Helder Guégués às 10:23 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Ortografia: «shakespeariano»

Alguma dúvida?

 

 

      «No Corriere della Sera, o historiador Ernesto Galli della Loggia vai mais longe. “Querer mandar para casa uma classe política inteira não será um objectivo político (...) e também um ambicioso programa eleitoral?” Perante uma classe política “fechada na impotência do seu fingido poder”, não será este “bufão shakespeareano, na sua loucura, o único capaz de dizer o que os outros não podem dizer?”» («Beppe Grillo ocupa a cena e diz: “Bersani é um morto que fala”», Jorge Almeida Fernandes, Público, 28.02.2013, p. 21).

      Errado. É shakespeariano, com i, como se pode confirmar em qualquer dicionário.

 

[Texto 2640] 

Helder Guégués às 10:17 | comentar | favorito
Etiquetas:
28
Fev 13

«Um multiplex/dois multiplex»

Não é assim, não

 

 

      «A cidade de Guimarães, que no ano passado foi Capital Europeia da Cultura, deixou de ter exibição comercial de cinema. Os dois multiplexes que serviam a população – o Guimarães Shopping, com seis ecrãs, e o Espaço Guimarães, com cinco – foram fechados por falta de energia» («Capital Europeia da Cultura 2012 está sem cinema», Público, 28.02.2013, p. 29).

      Erradíssimo. Sr. jornalista, veja, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: multiplex é nome masculino de 2 números. Assim, diz-se um multiplex, dois multiplex.

 

[Texto 2639]

Helder Guégués às 10:13 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: