31
Mar 13

Léxico: «laustíbia» e «chicuelina»

Em muito poucos

 

 

      «“Não quero!”, berrei, e ia para lhe dar uma laustíbia. [...] Depreende-se disto que fui leitor assíduo da folha, mas na primeira oportunidade fiz uma chicuelina ao Joe Louis: entrei na Casa do Soldado e paguei-lhe a conta do mês, que somava dois dólares e vinte e cinco cêntimos, dando ordens ao cabo para dizer ao Joe Louis que o pai enviara de Hampton uma certa quantia» (Walt ou o Quente e o Frio, Fernando Assis Pacheco. Lisboa: Livraria Bertrand, 2.ª edição, [1979], p. 66).

      Nenhuma delas está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. E, se a primeira apenas a vi duas vezes na minha vida, a segunda é relativamente comum.

 

[Texto 2726] 

Helder Guégués às 11:16 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas:

Outra vez as aspas

Rodeados de água

 

 

      «Estes prédios devolutos integravam as “ilhas” da Tapada, Maria Vitorina, Capela e Olímpia, habitadas até ao inverno de 2000, quando ocorreram fortes derrocadas que ameaçaram a segurança das dezenas de famílias que ali residiam, entre os Guindais e as Fontainhas» («Derrocada nos Guindais obriga a demolir casas devolutas», Alfredo Teixeira, Diário de Notícias, 22.03.2013, p. 24).

      Ficamos a saber: se for a porção de terra emersa rodeada de água, é sem aspas; se for o conjunto de casas pobres, é com aspas. Na lógica dos jornalistas.

 

[Texto 2725]

Helder Guégués às 11:10 | comentar | favorito

«Interarmas»?

Hum...

 

 

      «Nesse sentido, o acordo autoriza “represálias vigorosas” que levarão a Coreia do Norte a “lamentar amargamente” qualquer ação provocadora, como avisou o chefe do Estado-Maior Interarmas sul-coreano, general Jung Seung-Jo» («Pyongyang ameaça atacar terra natal de Obama», Albano Matos, Diário de Notícias, 27.03.2013, p. 24).

      Creio que é a segunda vez que vejo o termo «interarmas», que até parece português, mas nunca se sabe. Bem, mas antes isto do que traduzirem à letra chief of the Joint Chiefs of Staff.

      Nos nomes chineses e coreanos em que haja um elemento composto, o segundo termo costuma ter inicial minúscula: Tsé-tung, Kai-chek, En-lai...

 

[Texto 2724]

Helder Guégués às 10:45 | comentar | ver comentários (3) | favorito
31
Mar 13

«Bagos de borracha»

Chumbada de... borracha

 

 

      «A polícia garante que “foram emitidas ordens [de paragem] aos suspeitos” e que foram efetuados dois disparos de shot gun “para o ar, com recurso a munições menos letais”, ou seja, bagos de borracha» («Polícia sob ameaça atinge jovens a tiro», Luís Fontes, Diário de Notícias, 22.03.2013, p. 21). Se há bagos de chumbo, natural é que houvesse bagos de borracha.

      «Havia gente que gritava e depois deram outro tiro. À esquerda estralejaram ramos dilacerados, mas nenhum bago de chumbo o atingiu desta vez» (Objecto Quase, José Saramago. Lisboa: Editorial Caminho, 1984, p. 123).

 

[Texto 2723]

Helder Guégués às 06:00 | comentar | favorito
Etiquetas: