12
Abr 13

Pronúncia

Moro numa aldeia

 

 

      Moro numa aldeia, outrora conhecida pelo número excessivo de cabeleireiras e dentro em breve pelos passeios rebaixados, perto de Lisboa — em Benfica. Às vezes, das editoras perguntam-me: «Vem cá a Lejboa esta s’mana?» Ida e volta são 15 quilómetros. Nas sextas-feiras, se coincidir com um dia 13 («treuze», dizem eles), evito ir.

 

[Texto 2758]

Helder Guégués às 11:28 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

«NATO/OTAN»

NATO

 

 

      OTAN na sigla portuguesa, pois, mas vejam como Botelho de Amaral se esqueceu ou lhe era indiferente: «Um speaker fez, por exemplo, referência aos países da NATO. Não mencionou Portugal. Advertido por mim, disse-me que a Espanha nada tinha que ver com a NATO. Ensinei-lhe História e Geografia» (A Língua Inglesa e a Vida em Londres, Vasco Botelho de Amaral. Lisboa: Centro Internacional de Línguas, 1958, pp. 66-67). Ter o autor escrito este livro lá pelos Royal Parks londrinos, enquanto apanhava sol, há-de ter tido a sua influência...

 

[Texto 2757]

Helder Guégués às 10:34 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
12
Abr 13

«Tratar-se de»

Não entra

 

 

      Informações apuradas pelo nosso correspondente em Bruxelas, Luís Ochoa: «Passos Coelho adianta que essas medidas para 2014 e 2015 estarão em linha com o acordado na 7.ª revisão e que não se tratam de medidas adicionais» (Antena 1, 11.04.2013, noticiário das 9 da noite).

      Quando é que aprendem? No sentido de estar em causa, ser o caso de, tratar-se é impessoal e rege a preposição de. E é impessoal porque nas frases em que é predicador não há nenhuma expressão lexical com função de sujeito.

 

[Texto 2756]

Helder Guégués às 06:25 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: