02
Abr 13

Talvez uma simples gralha, mas...

Mais de 6 anos

 

 

      «O ator britânico queria fazer parte do rol de celebridades que podiam dar-se ao luxo de edificar uma casa numa edílica frente de mar. [...] As cada vez mais furiosas tempestades de inverno e as marés cada vez mais altas estão a colocar em perigo as casas dispostas ao longo da costa» («Primeira mulher pivô em horário nobre nos EUA retira-se em 2014», Fernanda Mira, Diário de Notícias, 2.04.2013, p. 53).

      No sábado, a minha filha veio mostrar-me um desenho em que tinha escrito «ilfante» — mas acabou de fazer 6 anos e ainda não está na escola. Em compensação, nunca a ouvi dizer «colocar em perigo». Mas sim, senhora jornalista, «edílico» existe, mas se quiser saber o que significa consulte um dicionário.

 

[Texto 2731]

Helder Guégués às 09:33 | comentar | favorito
Etiquetas:

Tradução: «comprehensive»

Compreendo

 

 

      «O assinalável êxito internacional de A Bíblia é fácil de explicar: trata-se de uma produção grande, promovida por um canal acima de suspeitas (e um canal de informação, note-se), ao longo da qual se desenrola uma dramatização transversal, quase completa — os anglo-saxónicos diriam comprehensive, palavra para que não temos boa tradução —, de um livro que nunca deixou de exercer um enorme fascínio sobre as pessoas e, porém, cada vez menos gente leu» («Ainda ‘A Bíblia’», Joel Neto, Diário de Notícias, 2.04.2013, p. 52).

      Deve ser por isso que uns a deixam por traduzir e outros a traduzem por... «compreensivo»! Bem, agora já é tarde para mudar de país.

 

[Texto 2730]

Helder Guégués às 09:14 | comentar | ver comentários (26) | favorito
Etiquetas:
02
Abr 13

Regência do verbo «tardar»

Não tarda

 

 

      «Não tardou para que aparecesse alguém a dizer que Bruni [no seu novo disco, Little French Songs] se referia a François Hollande, opositor de Sarkozy que venceu as eleições presidenciais no ano passado» («Carla Bruni está de regresso aos discos», Maria João Caetano, Diário de Notícias, 2.04.2013, p. 47).

      Ao verbo «tardar» junta-se habitualmente um infinitivo com em ou com a. Logo, seria «não tardou a aparecer».

 

[Texto 2729]

Helder Guégués às 08:05 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
01
Abr 13

Léxico: «escarépio»

Não venhas contar que fui eu

 

 

      «“Devem ter, devem!”, abanou ela a cabeça. “Olha mas é os escarépios, não venhas contar que fui eu. Limpinha como o Santo Sepulcro!”» (Walt ou o Quente e o Frio, Fernando Assis Pacheco. Lisboa: Livraria Bertrand, 2.ª edição, [1979], p. 48).

      O Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora diz que é o «termo popular para blenorreia», mas parece-me que seja antes, como se lê no Aulete, termo da gíria. E este dicionário não regista a variante «escrépio». Popular ou da gíria, ficaria melhor no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.


[Texto 2728]

Helder Guégués às 07:49 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas:
01
Abr 13

Léxico: «genotexto»

Mais um inventado

 

 

      «Pois o Frank maltratado Camiões, com umas saudades inconfessáveis de pinocar uma dama, fora-se alimentando, entre as habilidades das fufas do Of America e o desbaste do cabo com, com um genotexto em que se afirmava esperado por certa Mary num boudoir de seu conhecimento» (Walt ou o Quente e o Frio, Fernando Assis Pacheco. Lisboa: Livraria Bertrand, 2.ª edição, [1979], p. 70).

      Pois este podemos encontrá-lo no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «conjunto das fases (rascunhos, notas, etc.) que contribuem para a forma final de um texto.»

 

[Texto 2727] 

Helder Guégués às 07:29 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: