07
Mai 13

O brasileiro e o AO

Quase mudos — e gratos

 

 

      «Há uma evidente razão para que o português brasileiro seja mais inteligível a ouvidos lusitanos do que o português europeu a nossos ouvidos: nós pronunciamos as vogais das palavras» («Percebes?», Caetano Veloso, O Globo, 5.05.2013).

      Cada vez mais diferente, o português de cada lado do Atlântico. E desde o início, claro que só por acaso — porque a Constituição não foi votada, mas outorgada — é que o Brasil não fala brasileiro, mas português. O negregado Acordo Ortográfico ainda nos vem emudecer mais. Passo.

 

[Texto 2813]

Helder Guégués às 17:30 | comentar | ver comentários (8) | favorito
Etiquetas:
07
Mai 13

Léxico: «apocatástase»

Finalmente

 

 

      Não quero falar de Orígenes nem de Schleiermacher, mas, quase todos católicos, tenho de lembrar este vocábulo e o conceito: apocatástase. Custa a dizer, mas é o preço. Abreviadamente: é a doutrina segundo a qual todos os seres caídos em pecado serão finalmente salvos.

 

[Texto 2812]

Helder Guégués às 17:28 | comentar | favorito
Etiquetas: